Duração: ~ 75 min
Público: M 14

 

Sinopse
1522. O cavalheiro italiano António Pigafetta, cronista, cartógrafo e aventureiro, visita a corte do rei Dom João III de Portugal, com licença do Imperador Carlos I de Espanha e V de Alemanha, para dar testemunha da primeira circum-navegação do globo terrestre. Pigafetta, como um dos dezoito homens que conseguiram retornar a Europa, visa também defender, perante os seus conterrâneos, a controvertida figura de Dom Fernão de Magalhães. Faz-se acompanhar por dois marujos, também sobreviventes da viagem, o português Francisco Rodríguez e o galego Vasco Gómes. Embora os seus pontos de vista sobre a gesta heroica nem sempre coincidam, os três fazem questão de relatar ao rei de Portugal a extraordinária viagem e esclarecer o destino trágico do homem que a fez possível.

 

Ficha artística

Criação: Teatro Onomatopeia
Texto e encenação: Carlos Santiago
Apoio a encenação: Lais Salles
Interpretação: Isabel Legoinha, Márcia Leite e Roger Bento
Cenografia: José Luís Loureiro
Adereços: José Luís Loureiro e Pedro Araújo
Figurinos: Daniela Fernandes 
Desenho de Luz: Paulo Matos
Imagem e design gráfico: Pedro Araújo
Produção: Zunzum – AC / 2020

 


Zunzum > Teatro > Teatro: Em cena

TEATRO ONOMATOPEIA

O Teatro Onomatopeia é o grupo de teatro da Zunzum que tem feito da itinerância o seu palco. Nascido em 2007 da necessidade de criar na cidade de Viseu um núcleo teatral dinamizador, a Zunzum-Ac fez do teatro um dos seus principais eixos criativos.

Privilegiando o teatro infantojuvenil, muitas têm sido as criações produzidas, como a "Juntos na Algibeira", "Contárvores", “As Viagens do Ferro Velho”, “Peter Pan”, “Amá-la com Estórias”, “Inspectores da Bicharada”, "Polichinelo", "Piratas ecológicos", e mais recentemente as peças "Folhas da Primavera" e a intergeracional "No Tempo da Menina dos Cabelos Brancos".
Ao nível da criação experimental e outros públicos, de destacar as peças “Os Emigrantes” e o “Teatro de Fachada”, este último ainda em cena, bem como a nova produção, a maior realizada pela Zunzum até 2015, “Câmara de Eco”. Ainda dentro das criações do Teatro Onomatopeia destacamos as peças " Coretos - Lugar de Memória", "Os Emigrantes", "Teatro De Fachada", "Câmara de Eco" e por último a peça "Palavras Lavadas" em cena a partir de 2017.



O Teatro Onomatopeia é o grupo de teatro da Zunzum que tem feito da itinerância o seu palco. Nascido em 2007 da necessidade de criar na cidade de Viseu um núcleo teatral dinamizador, a Zunzum-Ac fez do teatro um dos seus principais eixos criativos.

 


fevereiro, 2021

Sem Eventos