+Zum

“Olhos de Peixe” – Teatro Onomatopeia

Zunzum > Teatro > Teatro: Em cena > “Olhos de Peixe” – Teatro Onomatopeia



Público Geral e Famílias 

Duração: 45′ apróx.

 

SINOPSE

Em tempos que não conheci, no tempo das bisavós que já não tenho, numa aldeia distante, vivia um rapaz com um aspeto diferente. Este rapaz, como digo, era diferente de todos os outros rapazes da sua idade. Não era diferente no cabelo, que o tinha farto, ou na estatura, até porque era alto para a idade, ou na maneira como se vestia ou andava… A diferença estava nos seus olhos, olhos grandes, redondos, de um preto brilhante, olhos de peixe. Ora, como toda a gente sabe, os olhos de peixe não são iguais aos das pessoas. Os olhos dos peixes não têm pálpebras e, por isso, nunca se fecham. Conseguem, portanto imaginar alguém que nunca feche os olhos? Nunca?

 

 

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Concepção, criação e construção: Márcia Leite e Daniela Fernandes.

Dramaturgia: Adaptação do texto original “O Menino Olhos de Peixe” de Sandra Santos

Encenação: Filipa Mesquita

Interpretes: Márcia Leite e Daniela Fernandes

Apoio à dramaturgia e manipulação: Filipa Mesquita

Apoio à criação plástica: enVide neFelibata

Cenografia: a partir das ilustrações de Sofia Ambrósio do livro “O Menino Olhos de Peixe”

Sonoplastia: Paula Morgado

Desenho de Luz: Filipe Jesus

Imagem e design gráfico: Pedro Araújo

Apoio artístico: Teatro e Marionetas de Mandrágora

Produção: Zunzum AC . Teatro Onomatopeia.

 

 

Contactos | Agendamento 

produção | 964458267

info@zunzum-ac.pt | producao@zunzum-ac.pt

 

“Olhos de Peixe” – Teatro Onomatopeia

Zunzum > Teatro > Teatro: Em cena > “Olhos de Peixe” – Teatro Onomatopeia



Público Geral e Famílias 

Duração: 45′ apróx.

 

SINOPSE

Em tempos que não conheci, no tempo das bisavós que já não tenho, numa aldeia distante, vivia um rapaz com um aspeto diferente. Este rapaz, como digo, era diferente de todos os outros rapazes da sua idade. Não era diferente no cabelo, que o tinha farto, ou na estatura, até porque era alto para a idade, ou na maneira como se vestia ou andava… A diferença estava nos seus olhos, olhos grandes, redondos, de um preto brilhante, olhos de peixe. Ora, como toda a gente sabe, os olhos de peixe não são iguais aos das pessoas. Os olhos dos peixes não têm pálpebras e, por isso, nunca se fecham. Conseguem, portanto imaginar alguém que nunca feche os olhos? Nunca?

 

 

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Concepção, criação e construção: Márcia Leite e Daniela Fernandes.

Dramaturgia: Adaptação do texto original “O Menino Olhos de Peixe” de Sandra Santos

Encenação: Filipa Mesquita

Interpretes: Márcia Leite e Daniela Fernandes

Apoio à dramaturgia e manipulação: Filipa Mesquita

Apoio à criação plástica: enVide neFelibata

Cenografia: a partir das ilustrações de Sofia Ambrósio do livro “O Menino Olhos de Peixe”

Sonoplastia: Paula Morgado

Desenho de Luz: Filipe Jesus

Imagem e design gráfico: Pedro Araújo

Apoio artístico: Teatro e Marionetas de Mandrágora

Produção: Zunzum AC . Teatro Onomatopeia.

 

 

Contactos | Agendamento 

produção | 964458267

info@zunzum-ac.pt | producao@zunzum-ac.pt